quinta-feira, julho 06, 2006

CML abre novo concurso sem pagar anteriores dívidas

A vereação da Juventude da Câmara Municipal de Lisboa abriu no passado dia 23 de Junho, e até 24 de Julho, as inscrições para a nova edição da Mostra de Teatro Jovem, conhecida como MostraTE. A oitava edição do encontro decorrerá entre 28 de Outubro a 26 de Novembro de 2006, aos fins-de-semana, no Museu Nacional do Teatro, mas alguns dos participantes da edição do ano passado ainda não receberam os 1500€ de apoio que a CML concede enquanto cachet de participação. Entre eles André Murraças, que apresentou o espectáculo Um Marido Ideal, e a 28 de Junho denunciava no seu blog lhe ter sido dito que "o dinheiro ainda não tinha chegado à contabilidade". Convêm fazer notar que a 7ª MostraTE, a última que se realizou no Teatro Taborda agora gerido pelo Teatro da Garagem, aconteceu entre 16 e 27 Novembro de 2005 e desde então o pagamento às dez companhias que se apresentaram tem sido adiado sucessivamente de mês para mês sempre com novas promessas de cumprimento. O Melhor Anjo tentou ao longo do dia de ontem entrar em contacto com a Vereação da Juventude mas tal não foi possível por indisponibilidade dos serviços.

10 comentários:

Andre disse...

Ah, pois é! Uma vergonha...

Rogério Nuno Costa disse...

O caso encontra-se neste momento a ser tratado por uma advogada, serviço "requerido" apenas por três dos grupos (Rogério Nuno Costa, André Teodósio/Martim Pedroso e Eunice Gonçalves Duarte). Os restantes, estranha e lamentavelmente, não se têm pronunciado.

Rodolfo Teixeira disse...

Rogério, falando em nome do 2º a circular, que esteve na 7ª Mostra-Te com o espectáculo (A)tentados, estive em contacto com a Eunice Gonçalves, e li a carta que ela escreveu (que em tudo achei pertinente), não a tendo assinado porque recebi o e-mail indicativo do dia para a ir assinar na noite anterior, pelo que só o li depois. Entretanto já soube pela Eunice da advogada. Acredita que todos os meses ligo para a Câmara. A resposta, já tu sabes.

Andre disse...

Rogério, eu sei de uma carta comum que, infelizmente, não consegui ir ao sítio assinar. Também estou em emails e fax diários para a CML, vereadores e contabilidades. Eu tenho-me pronunciado. Por favor não fales sem saber. Ou não tomes o não estar associado à tua advogada, coisa que eu desconhecia, como não actuante.

Rogério Nuno Costa disse...

andré e rodolfo,

eu falo justamente daquilo que sei. do que não sei (ou do que não me é dado a conhecer), não posso com certeza inventar. agora que já sei dos vossos faxes, telefonemas e etc., fico mais descansado e retiro o "estranha" e "lamentavelmente" do comentário anterior.

seja como for, existem ainda muitos grupos que não disseram nada. ou melhor (e para não ser uma vez mais mal interpretado): existem ainda muitos grupos que não se manifestaram perante a nossa carta e demais tentativas de mobilização conjunta. teria sido mais forte, se realmente tivesse sido conjunta.

mas enfim, esperemos que tudo se resolva, para o bem de todos.

Anónimo disse...

E pronto, está a peixeirada instalada, como sempre no meio artístico portugues. Em vez de se ajudarem, quando alguém faz alguma coisa parte-se logo para a acusação de que os outros não fizeram.

Anónimo disse...

André, já devias saber que para certas pessoas, quem não está com eles não existe. a nova geração está infeliz e lamentavelmente a repetir os tiques da geração anterior que se agarra ao ao pequeno, melhor, mínimo que existe e finjindo apoiar quem de novo aparece apenas se preocupa consigo e com o seu umbigo!

Anónimo disse...

caro anónimo:

É tb muito lamentável que os esses tais artistas novos portugueses continuem a desinteressar-se em mudar os vícios das "velhas instituições" ou pelo menos, o que é mais estranho, é não quererem resolver os problemas que lhes caem à porta. Porque foi isso que aconteceu: qd precisávamos das assinaturas ninguém se manifestou pq "deve haver outras coisas mais importantes", mas agora que já mete advogado caro (diga-se de passagem) já saem da toca...
Bom, é melhor informares-te antes de mandar assim umas para o ar porque neste caso específico até somos todos "jovens artistas" com espírito de união. Houve a preocupação de enviar e-mails para todos os participantes (e mais do que uma vez) e até telefonemas se fizeram às nossas custas. Portanto peço-te, seja lá quem fores, que não te metas em assuntos dos quais não estás suficientemente informado. A quadrilhice tb é um mal muito português e o anonimato um reflexo de cobardia que "não há paciência!"

Bom, André e Rodolfo devo dizer-vos que as coisas estão entregues à minha advogada (especialista em leis laborais) e que assim que tivermos novidades faremos chegá-las até vós. A pressão já foi feita, resta saber até quando se vai arrastar esta situação...

Bem Haja! Martim Pedroso.

CC disse...

porque é que não falam pelo telefone ou pelo messenger? É alguma moda da juventude geração big brother ter conversas abertas em blogues?

Anónimo disse...

Very cool design! Useful information. Go on! online pharmacies vardenafil hcl porsche cdr210 paris hilton video free Huge cocks being sucked and fucked her dresses