sexta-feira, junho 01, 2007

OBSCENA #5 em papel (brevemente)


Este mês a OBSCENA sai mais tarde. Mais exactamente a 22 de Junho. Mas há uma boa razão para isso. Esse será o dia em que lhe apresentaremos a primeira edição em papel da revista, distribuída em vários pontos do país a partir dessa data.

É um número especial, gratuito e relativo aos meses de Junho e Julho, que responde ao desafio lançado pelo Festival Internacional de Teatro de Almada, de associar a OBSCENA à 24ª edição deste Festival, que decorre de 4 a 18 de Julho.

Espectáculos, livros, exposições, novas colunas de opinião, entrevistas, colaborações internacionais, antecipação do que se irá apresentar nos próximos tempos, notas de trabalho de espectáculos, cartas brancas, novas parcerias internacionais e um leque de colaboradores alargado são tudo boas razões para esperar mais uns dias. Até já.

7 comentários:

Rui Rebelo disse...

boa, boa. parabéns.

odeusdamaquina disse...

Espero que possam distribuir aqui no Porto também. Não se esqueçam do São João, Rivoli, Teatro Nacional Carlos Alberto, Teatro do Campo Alegre, depois ESMAE - Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo, e outros locais como o Contagiarte, o Maus Hábitos, Passos Manuel, Clube Literário do Porto, etc.
Espero que possam abranger todos estes pontos de cultura.
Obrigado.

Teatro disse...

Muito bom, parabéns! Mas, por favor, não se esqueçam do resto do país, que para deixar de ser só paisagem compete aos O.C.S. estarem atentos, há actividade que apesar de não ser a desejável quantitativamente é igualmente válida para critica qualitativamente, até porque acaba de alguma maneira a ser "provada" pela capital... Nós Teatro do Montemuro, vamos estar no CCB fora de portas está desde já convidado a ver, criticar, precisamos muito do contributo de quem vê, crescemos sempre com a visão periférica... Este ano voltamos também à Bélgica com reposição do Hotel Tomilho, e o Festival Altitudes vai acontecer em 10ª edição, em pleno mundo rural... É uma luta diária tentar com que tudo aconteça "comunicalmente" entenda-se, estes montes são muros às vezes dificéis de passar quando o movimento é unilateral. Contamos com a disponibilidade e qualidade da Obscena, para a qual enviaremos informação regular.

Teatro disse...

www.teatrodomontemuro.com
www.lobosnofojo.blogspot.com

miguel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
miguel disse...

A edição em papel demonstra que atingiu os níveis de recepção suficientemente capazes de a pôr a circular fisicamente pelo país. Por favor, não se esqueçam de Coimbra! Quer seja no TAGV, ou no CAV.

M0rph3u disse...

Parabens Tiago! :)