quarta-feira, janeiro 31, 2007

OBSCENA #1 já disponível online


Já pode fazer o download do nº1 da revista OBSCENA:


A revista pode ser assinada aqui.
Os assinantes têm acesso prévio aos conteúdos de cada número e textos exclusivos.

A OBSCENA está hoje em destaque no Rádio Clube Português (89.5 FM), entre as 13h e as 14h.

30 comentários:

carlos a.a. disse...

Já está meu caro amigo!
Muito obrigado e parabéns.

Rui Rebelo disse...

Parabéns Tiago. É louvável a iniciativa. Só vim aqui agradecer.

Anónimo disse...

porquê os homens nus? isto não é um comentário homofóbico mas sim uma crítica a uma estética Gay notória e dispensável. Diria o mesmo se tivesse mulheres nuas ou estética racista...

Tiago disse...

Oh anónimo, se em 100 páginas esse é o único comentário que a revista lhe merece, temos pena. Imagino que quando a ler vai mudar de opinião. Leia o ensaio, sobretudo a página 96, para perceber um pouco melhor o enquistamento dessa sua associação.
Podia responder-lhe da seguinte forma: são fotografias enviadas pelas asessorias de imprensa das companhias e criadores. Ler uma tendência gay na revista é relevadora dos mais preocupantes preconceitos. As fotografias não são gays, são de espectáculos onde acontece estarem actores que se despem. Nem todo o corpo nu é um corpo gay.

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

urbantrash disse...

vivemos num país onde que faz é criticado por fazer...

sr anónimo...vá bater uma q isso passa

Anónimo disse...

eh pá isto é que é querer passar uma mensagem...
16 comentários iguais a responder a algo que não merece resposta???

urbantrash disse...

eu so postei 1 :|

urbantrash disse...

ó sr anónimo desapareça...aqui ninguém gosta de si.

paulu disse...

Muito interessante a entrevista com Helena Waldmann.
Parabéns e felicidades para o projecto, que, já agora, espero que continue em .pdf - que é muito bom - e o papel que continue pelas árvores.

André disse...

Ena tanta página com coisa boa para ler!
:)
PARABÈNS!

Anónimo disse...

Hello,
I am greatly impressed by this first issue of Obscena. I will make effort to learn portuguese ;-). How do you achieve to manage both Obscena and O Melhor anjo ? I have just written a little article about Obscena here : http://imagesdedanse.over-blog.com/article-5494890.html
Long life to Obscena,
JD.

Bonjour,
Je suis très impressionné par le premier numéro d'Obscena. Je vais me mettre au portugais ;-). Comment faites-vous pour mener de front Obscena et O Melhor Anjo ? Je viens d'écrire un petite article sur Obscena ici : http://imagesdedanse.over-blog.com/article-5494890.html
Longue vie à Obscena,
JD.

Tiago disse...

Jerome, c'est vrai, c'est fou je sais... Je t'ecrirai ce weekend.
Merci.
t

Anabela Rocha disse...

Ganda projecto! Parabéns!

Luís Campião disse...

Muitos parabéns e muito sucesso para a obscena!
excelente trabalho - blog e revista!

Luís Campião

tefteatro disse...

Todo o meu ânimo para a vossa ânima bem patente no que vi e li. Com gratidão pela ousadia e por se lembrarem de muitos artistas que, de diversas maneiras, partilham e concretizam a ternura pelas artes performativas. abraço terno, Élvio Camacho | TEF Companhia de Teatro