quinta-feira, setembro 01, 2005

... vistas da cidade

...vistas da Cidade
pelo Cão Solteiro
Casa dos Dias da Água
de 30 de Agosto a 30 de Setembro
22h00





“é preciso dizer sempre aquilo que se vê; sobretudo, e isso é o mais difícil, é preciso ver sempre aquilo que se vê.”

No espaço em branco inscrevem-se três figuras, para a construção da Cidade, lugar verdadeiro que se abre para a imaginação de quem está nele.

A partir da construção do lugar reorderna-se o tempo, arquitectura essencial, inventam-se os lugares visitados, os nomes, a memória, as ruas, os nomes dos outros.

Um espaço nunca é uma coisa só, é um lugar para muitos sentidos e as coisas incontáveis que acontecem no meio deles, cruzamentos, fugas, intersecções, narrativas da demanda que cada figura elege como discurso. Vistas, vozes, outros sons, miragens, cidade de...

... vistas da Cidade
Encenação e cenografia: Nuno Carinhas Figurinos: Mariana Sá Nogueira Actores: Paula Sá Nogueira, Marcello Urgeghe, Martim Pedroso Textos: Cão Solteiro construidos a partir de Ana Hatherly, Georges Perec, Italo Calvino, Le Corbusier e Ruy Belo. Pinturas: Giam Paolo Urgeghe e Sá Nogueira. Desenho de luz: Jacques Olivant Fotografia: Susana Paiva

Casa dos Dias da Água, Rua D. Estefânia, 175, Lisboa
22.00 h, de Terça a Domingo
30 de Agosto a 30 de Setembro
Bilhetes: 10€ / 7,50€
Informações
213 140 352 – Casa d’Os Dias da Água
Infirmações enviadas por e-mail

1 comentário:

Bri disse...

ooh tiago toto, ja nao tens o coisito onde se podem deixar recados... bem, tou sem maneira de te contactar, por isso, tem de ser por aqui: estou no porto, passo cá o fim d semana, p isso, o meu sofa tem todo o prazer em te aceitar. =) dps vê se me apanhas no msn ou assim pra me dizeres qd vens e onde apareces. fica bem
abraço,
B.