sexta-feira, junho 18, 2004

meteram a viola no saco e fugiram

antes tinha abordado a questão dos murais de Alcântara, em Lisboa, que o PCTP/MRPP pintara nos idos anos da luta pelos ideais e valores dos trabalhadores. O mesmo PCTP/MRPP que albergou gente tão diversa como Durão Barroso e Ana Gomes e que hoje é conhecido como o partido do senhor de camisola axadrezada. Acontece que esses murais que deveriam ter sido classificados como património municipal e cujo interesse histórico foi por demais provado, DESAPARECERAM.

Agora pode ser que reparem neles, naquelas manchas de tinta onde se colavam cartazes por cima sem que ninguém os protegesse, nós povo que sempre gostou tanto de pintar as ruas e enfeitar as casas (nesse aspecto, o que são estas bandeiras senão uma forma de expressão ?!)

O PCP solicitou informações à CML, segundo a notícia veiculada ontem no jornal Público, mas não acerca das pinturas, mas antes acerrca da legalidade das demolições. Ninguém protestou, ninguém quis saber, estava tudo a ver a bola quando uma parte da memória veio abaixo. Ficam as imagens. Pode ser que ajude. Com toda a certeza daqui a uns anos vão querer fazer um livro que dê conta do que foi a intervenção artística-urbana em Portugal. Será tarde demais.





1 comentário:

Anónimo disse...

Excellent, love it!
» » »