quarta-feira, maio 16, 2007

E no regresso das férias...



... um bocadinho de dança contemporânea. Or not...


8 comentários:

Luis Royal disse...

Maravilhoso!
Posso copiar para o meu (blogue)?
Com a devida referência, claro.
Muito obrigado.

Tiago disse...

podes claro. abraço.

Luis Royal disse...

já está.
obrigado e parabéns por tudo!

Rui Rebelo disse...

muito bom!

Amet disse...

Sendo que o camp ou kitsch ganha terreno outra vez? na destruição das multiplas linguagens (uma forma de ditadura), aqui vão mais duas propostas muito ?divertidas? e perigosas, claro:
o ultimo filme de Terry Zwigoff "Art School Confidential"
e ultimo livro de Duane Michals "Foto Follies + How Photography lost its virginity + on the way to the bank)

vvoi disse...

bem, fica tambem no meu! boa, tiago.

SPC disse...

Sempre achei que o Michael J. era melhor bailarino do que compositor e figura pública. Tenho pena de não o ver dançar mais vezes. Com uma dramaturgia menos gratuíta poderia bem superar a Madonna e a Kylie M :)

Agora diz que papa meninos pequenos, tão cedo não se liberta desse fantasma, thriller!!!

Em vídeo não me choca, mas vi a Sagração da Primavera ao vivo e acho que não funcionaria ao som do Thriller. A música da Sagração tem uma presença performática perturbadora que nos leva a sofrer com a malta que está em palco como se fossem de facto membros de alguma tribo prontos a matar um dos seus.

bjs

SPC disse...

Esqueci-me de te perguntar:

Ando a ver se encontro alguns trabalhos do Balanchine online para um trabalho, mas não tem sido fácil. Tens algum truque especial para achar coisas no you tube?

Obrigada

Sílvia