terça-feira, setembro 06, 2005

Dois lados da mesma moeda

Ali junto ao largo do Rato, um carro tapa outro, quando me atravesso na estrada. Páro a tempo. E grita a condutora: 'O que vale é que eras giro.'.

Enquanto fazia o passaporte na loja do cidadão das Laranjeiras, diz-me a funcionária, ao olhar para as fotografias: 'Você tem uma pontaria para as máquinas automáticas que escolhe. Não conseguia arranjar uma que o favorecesse?'.

3 comentários:

C.S.A. disse...

Clap! clap! clap!
Abraço e cuidado com as mulheres bifrontes!

INDIGENTE ANDRAJOSO disse...

ja passei pelo mesmo, nao te preocupes, os funcionarios publicos são treinados para insultar as pessoas...

Monastero disse...

Neste caso não sei bem se a moral da história seria "cuidado a atravessar a rua e arranja melhores fotografias", ou algo do género a "gostos não se discutem" ou "gosta de ti e caga para a opinião dos outros".